Blog SAE Digital

Sistema Educacional: sinais de que é hora de trocar o da sua escola

Loading Likes...

Todo gestor que utiliza um Sistema Educacional em sua escola sabe as inúmeras vantagens que essa modalidade de ensino pode oferecer. Material didático, assessoria pedagógica e um ambiente virtual de aprendizagem são apenas algumas entre as diversas soluções oferecidas por grande parte dos sistemas. Mas o que acontece quando, apesar da parceria, a escola não consegue atingir os resultados esperados e as reclamações de pais, alunos e professores não param de chegar? Em que momento o gestor deve considerar uma mudança no Sistema Educacional de sua escola?

Preparamos um checklist com algumas situações que poderiam ser solucionadas com a adoção de um Sistema Educacional mais apropriado. Será que a sua escola apresenta algum desses sinais? Confira:

1. Quando os próprios alunos comentam sobre a desatualização do conteúdo e informações ultrapassadas.

Os alunos estão mais conectados do que nunca, e recebem informações em tempo real de qualquer parte do mundo, seja por meio das notícias ou das redes sociais. Se o Sistema Educacional não se preocupa com a atualização constante do material didático –  especialmente em temáticas históricas, dados demográficos e questões de vestibulares – acaba levando para a sala de aula informações ultrapassadas. Quando isso acontece, alunos percebem facilmente os equívocos e o material perde a credibilidade, prejudicando o aprendizado.

2. Quando o professor sente dificuldade para engajar a turma lecionando os conteúdos de forma tradicional.

Alguns dos maiores problemas enfrentados hoje nas salas de aula são o desinteresse e falta de atenção dos estudantes. A oferta de aulas meramente expositivas, em formato tradicional, acentua ainda mais essa questão. Quando o professor pode contar com o suporte de recursos tecnológicos, que conversam com a realidade do aluno, ambos só têm a ganhar: a dinâmica da aula fica mais interessante e o aluno se relaciona de maneira mais próxima e pessoal com o conteúdo que está sendo estudado. Analise se o seu Sistema realmente está oferecendo as melhores soluções digitais.

3. Quando o desempenho acadêmico dos alunos fica abaixo do esperado e a escola não consegue se posicionar melhor nos rankings de vestibulares.

O desempenho dos alunos em provas e vestibulares pode não corresponder à realidade exata da escola, mas é um excelente termômetro para medir se as ferramentas e metodologia adotadas são as mais adequadas. Se, por um longo período de tempo, o desempenho dos seus alunos manteve-se abaixo da média ou até apresentou queda, é hora de investigar os motivos. O seu material didático está atualizado? Ele inclui questões e propostas de redação dos vestibulares mais recentes? O seu Sistema Educacional disponibiliza um banco de provas e simulados? Pode ser que a raiz do problema não esteja necessariamente no desempenho dos alunos, mas em uma parceria com um Sistema Educacional que não atende às necessidades da escola.

4. Quando o Sistema Educacional não oferece apoio pedagógico ao professor, e não oferece conteúdo didático e complementar que o auxilie na preparação da aula.

Se os professores precisam gastar mais tempo buscando questões e conteúdo para complementar a aula, do que efetivamente gerando discussões relevantes e oferecendo apoio e feedback aos alunos, fique atento. O material disponibilizado para o professor deve conter muito mais do que apenas as respostas para as atividades da apostila. Ele precisa oferecer informações pedagógicas relevantes, sugestões para ampliar o debate, projetos interdisciplinares, banco de provas, atividades de revisão e de reforço… quanto mais ferramentas estiverem disponíveis, melhor. Com o suporte adequado, o professor não precisa perder tempo em tarefas administrativas e pode se concentrar naquilo que faz de melhor: ensinar.

5. Quando o Sistema Educacional não oferece assessoria pedagógica e não dá suporte à escola.

É comum que os sistemas estejam muito presentes na fase de implantação, assim que a parceria com uma escola é firmada. Depois desse período, a tendência é que o contato seja cada vez mais raro, ou até inexistente. Mas as demandas da escola não param por aí. A escola necessita um acompanhamento constante para desenvolver a proposta do material didático, tirar dúvidas, explorar as ferramentas educacionais oferecidas, contribuir na construção do material e qualificar sua equipe pedagógica. Por isso, é preciso que o Sistema Educacional ofereça uma assessoria pedagógica que seja efetiva. Será que esse é o caso do seu sistema parceiro?

Você consegue pensar em outro sinal de que está na hora de mudar o Sistema Educacional? A sua escola se encaixa em alguma dessas situações?

banner infografico

Fernanda Andreazzi

Publicitária com um pé no jornalismo e outro no design. Apaixonada por livros e educação.

Adicionar comentário