Blog SAE Digital
Estudante e professor utilizando livro didático. Conceito de sistema de ensino.

Sistema de ensino: conheça as soluções além do livro didático

Qual é a primeira coisa que vem à sua mente quando o assunto é “sistema de ensino”? É natural que, ao se deparar com o termo, qualquer pessoa faça imediatamente a conexão com o material didático impresso. Hoje em dia, no entanto, a atuação de um sistema de ensino vai muito além da imagem clássica de um estudante debruçado sobre a sua apostila.

Existem diversas outras soluções que um sistema de ensino pode oferecer, e essa oferta se expande na medida em que se transformam a tecnologia, o cenário mundial e regional de educação e o perfil dos professores e alunos em sala de aula. Para cada grande transformação é preciso repensar a relevância do que está sendo ensinado (e de que forma), bem como as ferramentas que estão sendo utilizadas para esse fim.

Neste momento é que entra o sistema de ensino: dificilmente a rotina escolar permite que diretores, coordenadores e professores tenham tempo para desenvolver, sozinhos, soluções que acompanhem essa demanda crescente por atualização. A parceria com um sistema de ensino ajuda a escola a se manter atual, além de resolver inúmeros problemas do dia a dia.

Vamos conhecer algumas dessas soluções?

 

Recursos tecnológicos

Faz bastante tempo que o livro didático impresso deixou de ser o único recurso utilizado em sala de aula. A apresentação de slides ou vídeos, por exemplo, há tempos já é uma prática comum em escolas por todo o país. No entanto, de lá para cá, não cessaram as transformações. Um sistema de ensino atual pode oferecer recursos que estejam em consonância com a realidade dos alunos da “Geração Z”, os quais já nasceram totalmente imersos em tecnologia.

Livro digital, ambiente virtual de aprendizagem, vídeos, jogos, aplicativos educacionais… Essas são apenas algumas soluções que, graças aos sistemas de ensino, já fazem parte da realidade de muitos alunos. E não se trata apenas de atender às necessidades dos estudantes, pois aplicativos que enviam notificações para os responsáveis pelo aluno e ferramentas que permitem aos professores agendar e corrigir tarefas online também já causam impacto positivo na rotina de pais e educadores.

 

Banco de Provas e Simulados

Qualquer professor pode confirmar: não existe tarefa mais trabalhosa que preparar, aplicar e corrigir as avaliações dos alunos. Um sistema de ensino que possua um banco de provas e simulados alinhado ao conteúdo lecionado em cada bimestre pode poupar um tempo precioso de trabalho, que seria melhor aproveitado no desenvolvimento de outros projetos.

No caso dos simulados, o benefício vai além. A aplicação de um simulado com questões do Enem, por exemplo, permite aos professores e gestores medir como está o desempenho e a preparação de seus alunos para os vestibulares, além de comparar os resultados de sua escola com outras da mesma rede de ensino, fazendo uso dos dados gerados para saber quais são os pontos que necessitam de maior atenção.

 

Assessoria pedagógica

Quando um sistema de ensino oferece um leque de produtos variado, é natural que a escola necessite de uma dose extra de atenção até que o corpo docente esteja familiarizado com cada novo produto e possa explorar ao máximo todas as suas funcionalidades. Para isso, os sistemas de ensino oferecem o serviço de assessoria pedagógica.

Essa consultoria geralmente acontece assim que a escola adota um sistema de ensino, mas o suporte pedagógico é recorrente. Um bom assessor pedagógico está sempre em contato com a escola, propondo soluções para otimizar a qualidade do ensino e o trabalho do docente e dos educadores, seja no uso do material impresso ou no suporte do uso dos recursos tecnológicos.

 

Capacitação da equipe pedagógica

Um sistema de ensino reconhece que a prática docente é transformadora e que a excelência educacional de uma escola passa, necessariamente, pela formação continuada da equipe pedagógica. Pensando nisso, uma das formas que encontra para garantir a excelência no ensino é por meio da oferta de treinamentos e cursos de formação voltados especificamente para esse público.

 

Marketing educacional

Não basta que uma escola tenha uma ótima estrutura física, um método inovador, os recursos tecnológicos mais modernos e uma equipe pedagógica capacitada se não consegue captar alunos. Um sistema de ensino, além de conferir status à escola conveniada, pode auxiliar no planejamento e produção de materiais de divulgação em momentos-chave para a instituição de ensino – como a campanha de matrículas, por exemplo.

 

Você conhece mais alguma solução que deveria estar nessa lista? O que você gostaria que fosse ofertado pelo seu sistema de ensino? Deixe a sua opinião nos comentários!

Fernanda Andreazzi

Publicitária com um pé no jornalismo e outro no design. Apaixonada por livros e educação.

Adicionar comentário