Blog SAE Digital
Dois alunos lendo livro em sala de aula; plano de aula

Como fazer um plano de aula para engajar os alunos das novas gerações

plano de aula é uma ferramenta essencial para o professor, pois, por meio dele, é possível ter uma previsão dos conteúdos e das atividades que serão aplicados; além de dar um norte aos objetivos que deverão ser atingidos e as formas de avaliação que serão utilizadas. Entretanto, incluir nesses planos apenas modelos de ensino mais tradicionais pode não ser o suficiente para engajar os alunos da nova geração.

De modo geral, o avanço tecnológico trouxe nos últimos anos uma série de novas possibilidades, que fizeram com que alterássemos diversos hábitos e costumes do nosso dia a dia. E quando falamos de um ambiente escolar essa realidade não é diferente: as gerações Z e Alpha têm comportamentos específicos, e muitos professores sabem o quanto é desafiador incluir atividades que despertem o interesse e a participação dos alunos em sala de aula. Quer saber como montar um plano de aula ideal para engajar seus alunos? Continue lendo esse post!

1. Faça da tecnologia um complemento do material tradicional

Na maioria das vezes, os métodos tradicionais podem não ser mais suficientes para prender a atenção dos alunos em sala de aula e fazer com que eles se sintam envolvidos e engajados em participar das atividades propostas. Contudo, a tecnologia quando utilizada como apoio e complemento ao seu material didático pode ser um grande diferencial no processo de ensino e aprendizagem.

Portanto, sempre que possível, busque incluir em seu plano de aula atividades que envolvam o uso de recursos tecnológicos para despertar o interesse e promover de forma eficaz o engajamento dos alunos. A aula certamente será mais agradável e participativa, além de encantar os alunos e tornar o processo de aprendizagem mais dinâmico e funcional.

2. Relacione temas atuais a disciplinas específicas

Para se adaptar à realidade dos alunos da nova geração, o professor pode buscar referências em acontecimentos recentes e que estejam relacionadas à uma matéria específica, por exemplo. A ideia é de que essa atividade desperte o interesse do aluno com um tema atual e mostre de forma prática e concreta a relação com a disciplina, a fim de promover um melhor entendimento do conteúdo.

No que diz respeito ao plano de aula, é fato que ter em mãos um material didático hiperatualizado pode facilitar bastante a inserção dessa ideia, pois você terá maior previsibilidade para se organizar e também para analisar os temas propostos, identificando os conteúdos de maior relevância para os alunos de acordo com o processo de ensino e aprendizagem.

3. Utilize objetos digitais para promover interatividade em sala de aula

Quando se trata de nova geração, é fato que a inserção da tecnologia em sala de aula se faz cada vez mais necessária. E um outro recurso tecnológico que pode ajudar bastante na participação dos estudantes durante as aulas são os objetos digitais − que pode ser um jogo, animação ou atividade interativa – pois facilitam a transmissão do conhecimento e o entendimento dos alunos sobre o conteúdo que está sendo trabalhado pelo professor.

Ao incluir objetos digitais no plano de aula, a ideia é de que o professor possibilite um contato mais concreto e próximo da realidade desses alunos das novas gerações, estimulando um maior engajamento com o processo de ensino e aprendizagem, além de novas possibilidades de interação.

Quer saber mais ideias de como inserir a tecnologia de maneira relevante no seu plano de aula? Leia o nosso super post e saiba tudo sobre o assunto!

4. Transforme o conteúdo teórico em discussões práticas

Outra ideia de temáticas para incluir no seu plano de aula − e que é uma alternativa além do modelo tradicional − é a sala de aula invertida. Nessa atividade, o professor apresenta previamente um material específico e completo de forma dinâmica e depois propõe à turma uma análise crítica, promovendo uma discussão sobre pontos de vista diferentes daquele assunto.

O modelo de sala de aula invertida é muito interessante e ocorre por meio de interações espontâneas, o que promove um bom engajamento dos alunos e enriquece o conhecimento no conteúdo proposto; além da dinâmica do debate ser uma oportunidade coletiva de tirar dúvidas e fixar o que foi estudado.

Quer saber mais sobre Tecnologia Educacional, por que utilizar e como implementar na sua instituição de ensino? Leia o nosso super post e saiba tudo sobre o assunto!

Veja como montar o PPP de sua escola.

Christian Santos

Adicionar comentário

Baixe gratuitamente todos os materiais da BNCC!