Blog SAE Digital
Centro Educacional Pinheiros. Projeto capas SAE Digital

Centro Educacional Pinheiros: Projeto capas do SAE Digital estimula o uso do material didático

A proposta do Projeto capas do SAE Digital é oferecer às escolas parceiras a possibilidade de envolver professores, alunos, familiares e toda a comunidade escolar em um trabalho diferenciado e interdisciplinar. Um ótimo exemplo é o do Centro Educacional Pinheiros, em Nova Iguaçu (RJ). O colégio, parceiro do SAE desde 2016, tão logo percebeu o interesse dos estudantes pelas capas do material didático, que passou a promover o Projeto capas como forma de iniciar os trabalhos de cada bimestre.

Curioso para saber como os parceiros do SAE Digital estão utilizando as capas do livro didático para desenvolver projetos relevantes com os alunos? Confira o texto!

Como surgiu a iniciativa

Professores e gestores do Centro Educacional Pinheiros não demoraram a notar o encanto dos alunos pelas capas coloridas e cheias de detalhes do material do SAE Digital. Também ficou evidente a sua expectativa para receber o material do bimestre seguinte. A alegria é sempre tamanha que, para os alunos da Educação Infantil e do 1º ano do Ensino Fundamental, o livro passou a ser entregue como um presente a cada novo bimestre. Do interesse dos estudantes surgiu a ideia de utilizar as temáticas e o conteúdo proposto nas capas para desenvolver um projeto de abertura do bimestre – iniciativa que se estendeu da Educação Infantil ao Ensino Médio.

Planejamento

“O projeto não atrapalha o desenvolvimento do conteúdo do bimestre. É um projeto planejado para acontecer no primeiro dia de aula, então o professor já se organiza para que não comprometa o dia de aula ou o conteúdo.”

Márcio d’Alegria Tuza, Gestor Pedagógico do Centro Educacional Pinheiros

O desenvolvimento de um projeto como este envolve planejamento e o envolvimento de toda a equipe pedagógica. No caso do Centro Educacional Pinheiros, as ideias para o trabalho de cada bimestre surgem das reuniões com os professores e o alinhamento, em seguida, acontece na reunião de coordenação. Quando bem planejado, segundo o Gestor Pedagógico Márcio d’Alegria Tuza, o Projeto capas não interfere de maneira alguma na grade e no conteúdo do bimestre.

Da Educação Infantil ao Ensino Médio

Educação Infantil

Para as crianças da Educação Infantil, o trabalho gira em torno da turminha de personagens do SAE, estimulando a realização de atividades lúdicas, de novas descobertas e do convívio social. No projeto desenvolvido com as capas do 3º bimestre, que tinham como tema “Alimentação”, os alunos aprenderam a reconhecer frutas, legumes e vegetais, plantaram sementinhas e foram introduzidos no conceito de alimentação saudável!

Ensino Fundamental – Anos iniciais

Neste mesmo bimestre, a personalidade brasileira trabalhada na capa do 1º ano do Ensino Fundamental foi a artista Tarsila do Amaral. A partir daí a equipe do Colégio teve a ideia de fazer a conexão entre o tema da Educação Infantil e a obra “O vendedor de frutas” da artista. O projeto contou até com a participação de uma aluna interpretando Tarsila e fazendo pinturas ao vivo! Já os alunos do 2º ao 5º ano realizaram pesquisas e atividades práticas sobre a vida e obra de Pixinguinha, Mestre Vitalino, Chiquinha Gonzaga e Carlos Gomes.

Ensino Fundamental – Anos finais e Ensino Médio

Para as turmas de Ensino Fundamental – Anos Finais e Ensino Médio, o formato é um pouco diferente: os estudantes trabalham com um grande projeto no início do ano letivo e dali em diante as capas são trabalhadas em sala de aula por professores de várias disciplinas. No começo de 2018, por exemplo, os alunos do 6º ao 9º ano participaram de uma feira inspirada no conceito das capas, “Jovens que transformam o mundo”. Na ocasião, os estudantes promoveram uma série de ações de impacto social e transformação da realidade, como uma arrecadação de livros e brinquedos para doação e um bazar de troca de roupas usadas.

Engajamento

Um grande benefício percebido pelos professores e gestores do Centro Educacional Pinheiros com o desenvolvimento do Projeto capas foi, sem dúvida, o engajamento dos alunos e familiares com a rotina escolar e com o material didático. Os estudantes se apropriaram do material didático melhorando o uso tanto do livro impresso quanto das ferramentas digitais – dentro e fora de sala de aula. Além disso, o projeto funciona como um convite para que os pais se envolvam de maneira mais próxima com a rotina escolar dos estudantes.

“A capa não é simplesmente ilustrativa. Ela tem uma história, um fundamento, uma pedagogia.”

De acordo com Márcio d’Alegria Tuza, Gestor Pedagógico do colégio, hoje os professores, alunos e pais têm a “percepção de que a capa não é simplesmente ilustrativa. Ela tem uma história, um fundamento, uma pedagogia”. Prova desse engajamento é que o Projeto capas já virou tradição na escola: a cada bimestre aumenta o número de alunos e familiares perguntando pelo projeto.

Confira o depoimento do coordenador dos anos iniciais do Ensino Fundamental, Carlos Alberto Silva Junior.

“O projeto capas desperta a motivação para que os alunos continuem aprendendo. Eu nunca vi, em outras escolas, as crianças receberem o livro com tanta felicidade, porque as capas são muito atrativas e porque ali já tem um aprendizado. Esse aprendizado puxa um gancho para eles estarem motivados a aprender o resto dos conteúdos. O projeto melhorou bastante o uso do material, diminuindo o índice de alunos que não fazem as atividades, por exemplo. Temos visto que os alunos têm utilizado mais o material didático e acreditamos que foi um grande ganho que tivemos em relação ao projeto.”

O que achou do projeto desenvolvido pelo Centro Educacional Pinheiros a partir das capas do SAE Digital?  Deixe um comentário!

 

 

Confira a galeria de fotos do projeto!

Fernanda Andreazzi

Publicitária com um pé no jornalismo e outro no design. Apaixonada por livros e educação.

2 comentários

  • Queremos agradecer ao SAE Digital pela parceria e pela oportunidade de compartilhar a nossa experiência na rede. Acreditamos, assim como vocês, que a educação transforma o mundo!

    Esse reconhecimento é fruto de um trabalho sério e de excelência idealizado pelo nosso gestor Márcio D’ Alegria Tuza, organizado por nossos coordenadores Carla Patricia Pereira, Carlos Alberto Junior e Rejane Vitória, realizado por nossos professores (que colocam o coração e têm o brilho nos olhos em tudo que fazem) e desenvolvidos por nossos queridos alunos, que se empenham e apresentam de forma linda e criativa!

    Nosso agradecimento aos pais e responsáveis que investem em suas crianças e acreditam em nosso trabalho.

    Seus diretores, Iza Maria Ferreira, Leandro Pinheiro e Fernanda Pinheiro.

  • Simplesmente encantador! Cada capa uma ponto de partida para novos conhecimentos, novas ideias e novas conexões! #amomuitotudoisso

Deixe uma sugestão!